Visita à Escola Maria Tâmara em Maturéia – Relógio Solar

Uma equipe da APA visitou na última sexta, 13 de setembro, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Tâmara Souza do Nascimento em Maturéia. O objetivo principal da visita era mostrar aos estudantes do município como funciona o relógio solar implantado na Praça José Alves da Costa um ano atrás. Uma vez que seu funcionamento é baseado nos movimentos terrestres de rotação e translação em torno do Sol, a Associação Paraibana de Astronomia, propôs-se a realizar atividades educacionais em torno desses temas preparando os estudantes para compreenderem o funcionamento do relógio e sua relação com os fenômenos da natureza.

relogio002

As atividades foram realizadas tanto no turno da manhã quanto da tarde e a programação contava com uma palestra sobre os movimentos da Terra e as estações do ano, com uma oficina para montagem de um globo terrestre e com a exposição do Asteroid Day no ginásio da Escola. No início da noite, muitos dos estudantes da escola e outros moradores de Maturéia, se reuniram na Praça José Alves da Costa, a praça do relógio, para uma observação pública com telescópios.

No pátio da escola, uma estrutura foi montada para a palestra “Os Movimentos da Terra e as Estações do Ano”, ministrada pelo Prof. Marcos Jerônimo para cerca de 200 estudantes em cada turno. A palestra abriu as atividades e tinha como objetivo descrever os movimentos da Terra e como eles influenciavam o dia e as estações do ano, conceitos esses fundamentais para a compreensão do funcionamento do Relógio Solar. Aqueles que participaram mais, que interagiram mais durante a palestra, foram presenteados com uma estrelinha contendo fragmentos do meteorito Bendegó, o maior meteorito encontrado no Brasil. Literalmente um presente que veio do céu!

Na sequencia, Marcelo Zurita ministrou uma oficina para construção de um globo terrestre a partir de um planisfério impresso e uma esfera de isopor. No período da manhã, os estudantes foram convidados a pintar o planisfério impresso em preto e branco, já na parte da tarde, o planisfério foi entregue colorido, pronto para recortar e colar na esfera de isopor. Uma miniatura do relógio solar foi preparado e colocado na posição do globo correspondente à cidade de Maturéia e, com a ajuda de uma lâmpada fazendo o papel de Sol, foram simulados os movimentos terrestres para que os estudantes observassem como o relógio solar se comporta durante esses movimentos.

Paralelamente a estas atividades, foi montada no ginásio da escola a exposição “Asteroid Day” de modelos e fotomontagens de asteroides em ambientes urbanos. Essa exposição foi originalmente preparada pela APA para o Asteroid Day 2019 e já foi exibida em diversos eventos relacionados a astronomia, sempre chamando a atenção paras a necessidade de se conhecer mais sobre esses pequenos objetos do sistema solar devido ao risco que eles representam para a Terra.

Após o dia de atividades na Escola Maria Tâmara, a equipe da APA reuniu a população na Praça José Alves da Costa para uma observação pública com telescópios. A observação com telescópios geralmente é uma experiência fascinande, que desperta a curiosidade de pessoas de todas as idades. Entre o público que esteve presente, estavam vários estudantes do Maria Tâmara que haviam participado das atividades mais cedo. Todos puderam contemplar pelo telescópio a Lua Cheia em detalhes com suas principais crateras, Júpiter e suas Luas de Galileu, e Saturno, com seus anéis. Além disso, foram observados alguns aglomerados globulares e conversado sobre temas diversos desde a formação da Lua até a natureza das estrelas de nêutrons.

Definitivamente, algo está mudando na cidade de Maturéia. Há 6 anos quando APA, NEPA e Casarão do Jabre se uniram para realizar nessa pequena cidade do Sertão da Paraíba o Primeiro Encontro Paraibano de Astrofotografia, não imaginávamos o quanto isso poderia crescer e, quem diria, fazer com que a astronomia pudesse chamar tanto a atenção das pessoas de Maturéia. Em 2014, durante o III EPA!, a Prefeitura de Matureia enviou um ônibus com estudantes do Maria Tâmara para o Casarão do Jabre. Lá eles observaram o céu pelos telescópios e tiraram muitas fotos. Uma experiência fantástica, principalmente para uma menina de 13 anos chamada Nívea Maria. A agora ex-aluna Nívea, voltou nesta sexta ao Maria Tâmara, mas dessa vez, como parte da nossa equipe, nos ajudando durante as atividades.

Equipe da APA em Maturéia - Marcelo Zurita, Nívea Maria, Renato Bandeira e Marcos Jerônimo

Equipe da APA em Maturéia – Marcelo Zurita, Nívea Maria, Renato Bandeira e Marcos Jerônimo

Ao encerrar a observação pública, naquela noite de sexta, vimos as pessoas pedindo dicas de equipamentos, de fontes de estudo e perguntando quando voltaríamos. Vimos que a astronomia é, não só a mais antiga das ciências, mas também a porta de entrada para várias ciências. O fascínio pelas belezas do universo pode facilmente se converter em amor pelo estudo, em paixão pela ciência. E isso é capaz de mudar não só a vida de uma pessoa, mas a realidade de um município ou, por que não, o futuro de um país.

One thought on “Visita à Escola Maria Tâmara em Maturéia – Relógio Solar

Deixe uma resposta para Adriano Aubert Silva Barros Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *